R&R Eventos: Treinamento sobre LGPD

Não é mais segredo para ninguém que a LGPD, lei nº 13.709, sancionada em agosto de 2018 e com vigência a partir de agosto de 2020, mudou a forma de coleta, conservação e utilização dos dados pessoais em qualquer organização.

E considerando a importância e necessidade diante deste novo cenário, aconteceu na última sexta, dia 29, o treinamento sobre a LGPD – Lei Geral da Proteção de Dados, evento online organizado pelo Comitê de Integridade & Compliance, e oferecido para conscientização de todos os colaboradores do Rueda & Rueda Advogados.

“A ideia da realização deste workshop surgiu em virtude da necessidade de alertarmos todos sobre a importância de estarmos em compliance com a LGPD, apresentando boas práticas, alertas sobre situações de maior risco, mudança de cultura e forma de trabalhar. Vivenciamos um novo tempo, com novas perspectivas e com isso, todo nosso time deve estar preparado” – comentou Cláudia Carvalho, Sócia-Gestora do R&R Advogados.

Com o objetivo de comunicar e conscientizar sobre as mudanças futuras referente inclusive, quanto aos impactos na Segurança da Informação – tanto no âmbito pessoal como principalmente no espaço profissional – o treinamento contou com a colaboração de especialistas no assunto, para reafirmar também sob esse prisma as novas diretrizes a serem tomadas em decorrência da Lei no mundo da tecnologia de informação.

Wellensohn Gomes, Gerente Técnico da BidWeb e um dos palestrantes do evento, acredita que com esse workshop, vem a conscientização e valorização do fator humano em toda a estratégia de segurança, criando uma cultura corporativa que se importe também com a privatização de seus usuários.

“Sabemos que a área jurídica é dividida em várias partes, e assim funciona com a Tecnologia da Informação (Network, Desenvolvimento, Segurança, etc.) e para conduzir as atividades do dia a dia referente à LGPD os advogados precisam ter conhecimento e boas práticas no que tange a Segurança da informação, indicando que são: dialogar com as demais áreas; conseguir orientar os clientes sobre estes aspectos que estão relacionados a proteção de dados; cláusulas referente a proteção de dados e segurança da informação nos contratos; criação de novos produtos fazendo uso do Privacy by Design e Security by Design, os princípios de privacidade de dados e segurança…” – relata Wellensohn.

 Diante disso, percebe-se a necessidade de estar em conformidade em todos os aspectos inclusive para uma melhor prestação de serviço. “O conhecimento pelo advogado sobre a LGPD é primordial, tanto para auxiliar na implementação do programa, quanto para adequação das suas atividades, no que se refere ao tratamento dos dados dos clientes, à exigência legal. Some-se ainda eventual consultoria jurídica às empresas, bem como assessoria de compliance também nessa área. Precisamos estar atentos e atualizados.” – conclui Cláudia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *