R&R na Mídia: Justiça nega indenização por inconsistência de informações

A 3ª turma recursal dos Juizados Especiais do Estado do Paraná ao dar provimento em um recurso, reformando uma sentença. O colegiado considerou a inexatidão das informações sobre a dinâmica do acidente e os danos existentes no veículo segurado, incompatíveis com os do outro veículo supostamente envolvido.

Contra a sentença proferida, foi interposto recurso pela seguradora, pugnando pela reforma da sentença, haja vista a comprovação clara nos autos, através de perícia juntada com a contestação, das inconsistências.

O escritório Rueda & Rueda Advogados foi responsável por defender a seguradora. Leia a matéria completa no portal Migalhas, além da decisão proferida no Supremo Tribunal de Justiça, clicando aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *