IA vai tornar recuperação de crédito mais barata e eficiente

As soluções tecnológicas já auxiliam a otimização do serviço nas empresas há bastante tempo, e esta evolução tem ocorrido cada vez mais rápido e com maior qualidade. Atualmente, toda atenção do mercado está voltada para a inteligência artificial (IA).

A princípio, a utilização desta tecnologia foi voltada para empresas de telemarketing, buscas avançadas, elaboração de textos. Entretanto, algumas empresas já estão buscando este artifício para facilitar o serviço de recuperação de crédito, não só para as grandes instituições, o foco também são para as pequenas e médias empresas.

Segundo estas instituições, a inteligência artificial (IA) pode reduzir em até 35% os custos do serviço de recuperação de crédito, o que abre uma oportunidade para as empresas de menor porte também contratarem serviços especializados em cobrança.

“O mercado de recuperação de crédito e de cobrança extrajudicial vem sofrendo grande transformação nos últimos anos. Este é um mercado promissor, não só para as grandes corporações, onde foi vislumbrado também, uma margem de participação das pequenas e médias empresas. Então podemos dizer que a tecnologia é a fonte geradora da mudança deste mercado, onde trará uma rentabilidade para o segmento de pequenas e médias empresas, dando a oportunidade de, assim como as grandes, contratarem serviços especializados, como escritórios de advocacia, caso seja necessário seguir com a judicialização”, esclareceu o especialista em recuperação de crédito e sócio do Rueda & Rueda Advogados, Dr. Leandro Amaral.    

De acordo com especialistas, o mercado de cobrança de valores passará por uma profunda transformação causada pela IA, já nos próximos meses. Isso vai ocorrer não só em função do atendimento feito por assistentes virtuais com IA apresentar maior potencial de produtividade e eficiência, mas, principalmente, por tornar o serviço mais acessível a quem não tem orçamento para contratar empresas de call center. Com isso, o uso de IA nas atividades de cobrança vai democratizar a contratação de escritórios de advocacia para seguir com serviços mais direcionados de recuperação de crédito, como busca de bens.

O atendimento via IA vai otimizar a cobrança de dívidas para valores menores. Já em relação aos valores maiores, a renegociação verbal é mais indicada, visto que os devedores tendem a preferir uma tratativa individualizada, tentando um acordo mais vantajoso do que as ofertas de prateleira.

As principais tecnologias de IA que podem contribuir para otimizar a renegociação de dívidas e a recuperação de crédito são o machine learning (aprendizado de máquina), que consegue ajudar a prever padrões de pagamento e devedores mais propensos a quitar suas dívidas.

Acredita-se que as aplicações que se utilizam de IA e, principalmente, da IA generativa vão mudar muito a forma que nos relacionamos, tanto na cobrança como no atendimento ao cliente.

“Já faz um tempo que utilizamos a inteligência artificial como diferencial em alguns serviços que ofertamos e estará, cada vez mais, presente no segmento de recuperação de crédito. Porém, é importante ressaltar que, sempre será necessária uma equipe com expertise na área, para que este conjunto entregue uma prestação de serviço com excelência e qualidade”, finaliza o advogado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *